« ACONTECE

Curso de especialização em manejo do solo, nutrição e adubação de culturas

14/07/2017


Grande parte dos solos do Brasil não apresenta condições químicas, físicas e biológicas adequadas para sustentar um bom desenvolvimento das culturas. Por isso, os agricultores devem melhorar o grau de fertilidade dos solos para serem bem-sucedidos.
Há quase 20 anos, o Departamento de Ciência do Solo da ESALQ|USP oferece o Curso de Especialização em Manejo do Solo para profissionais que trabalham na área de Manejo da Fertilidade do Solo, Nutrição e Adubação de Grandes Culturas.
Com turmas espalhadas por diferentes polos agrícolas do país, o curso já contou com a participação de mais de 800 profissionais em suas edições. Com duração de dois anos, o curso reúne profissionais de excelência em agronomia e áreas correlatas, permitindo ao participante, após a conclusão do curso e apresentação da monografia, o título de “Especialista em Manejo do Solo”, reconhecido pela USP e com peso de pós-graduação Lato Sensu.

Conteúdo do curso:
O curso de especialização permite ao participante uma jornada aprofundada na área de manejo da fertilidade do solo e adubação de culturas, gerando interação dos alunos em temas atuais de grande interesse como compactação do solo, geotecnologias e agricultura de precisão, biotecnologia aplicada a solos, novas fontes de fertilizantes etc. 
Além disso, existem ainda as aulas de campo, permitindo interação com os principais atributos de diferentes classes de solo, restauração de áreas degradadas, sintomas de deficiência e toxicidade dos elementos nas principais plantas cultivadas, avaliação de camadas compactadas de solo e o manejo adequado da adubação mineral e orgânica.

Onde encontrar?
Para 2017 ainda estão programadas turmas em: Sorriso/MT – a próxima, com início no dia 21 de julho -, Campo Grande (MS), Chapecó (SC), Palmas (TO), Ponta Grossa (PR), Luís Eduardo Magalhães (BA) e Vilhena (RO). Todas as turmas aceitam até 60 alunos.
O Curso de Especialização em Manejo do Solo possui turmas nas principais regiões agrícolas do país. Além de Piracicaba/SP, já foram abertas turmas em Ponta Grossa (PR), Bebedouro (SP), Sinop, Campo Verde, Tangará da Serra e Primavera do Leste (MT), Patrocínio e São Sebastião do Paraíso (MG), Rio Verde e Goiânia (GO), Naviraí e Dourados (MS), Balsas (MA) e Luís Eduardo Magalhães (BA).

Objetivo do curso:
- Fornecer informações necessárias para manejo adequado dos solos
- Promover o intercâmbio entre profissionais dos setores de pesquisa e produção agropecuária

Quem pode participar?
- Profissionais com curso superior em engenharia agronômica ou demais cursos com atividades correlatas.

Quem leciona?
- Docentes do departamento de Ciência do Solo da ESALQ/USP, além de especialistas convidados.

O que você vai encontrar no curso?
1. Solos brasileiros: materiais de origem, classificação e características gerais
2. Manejo físico e compactação do solo
3. Sensoriamento remoto e Planejamento e Uso da Terra
4. Agricultura de Precisão aplicada ao Manejo do Solo
5. Manejo da Água do Solo e Irrigação
6. Influência do clima na produção agrícola
7. Sistemas de preparo / Conservação dos solos
8. Reações da matéria orgânica e dos nutrientes das plantas nos solos
8. Manejo de pragas de solo e plantas daninhas
9. Principais organismos do solo e suas interações com as plantas cultivadas
10. Avaliação da fertilidade do solo
11. Avaliação nutricional, funções e sintomas de deficiência e toxicidade dos nutrientes das plantas
12. Recuperação de solos degradados química e/ou fisicamente
13. Uso do calcário e do gesso agrícola
14. Qualidade, fontes e ação de corretivos e de fertilizantes
15. Recomendação de calagem e adubação das culturas
16. Adubação de culturas em sistemas de rotação.
17. Manejo do solo sob plantio direto 

Mais informações e inscrições: www.solloagro.com.br - manejo@usp.br (19- 34172114) ou cdt@fealq.com.br (19 34176604).






Atenção: Os textos e artigos reproduzidos nesta seção aberta à manifestação de esalqueanos são de responsabilidade dos autores. O conteúdo publicado não reflete, necessariamente, a opinião da ADEALQ
Todos os direitos reservados © ADEALQ 2017 - Desenvolvido por Estratégia1
facebook twitter linkedin