Blog Esalqueanos

Mindfulness - a capacidade de estar vivendo no aqui e no agora (Iskrépi; F11)

27/07/2022 - Por luciana okazaki
Atenção: Os textos e artigos reproduzidos nesta seção são de responsabilidade dos autores. O conteúdo publicado não reflete, necessariamente, a opinião da ADEALQ.

618 views 1 Gostei 0 Não gostei

O dia a dia caótico da nossa sociedade moderna, principalmente nos grandes centros urbanos, faz com que nossa rotina seja corrida e cansativa. Buscamos cada vez mais produtividade e resultados imediatos. Quem nunca teve dificuldades para se concentrar em alguma tarefa realmente importante no trabalho? Ou teve aquele lapso de tempo-espaço quando estava andando de um cômodo a outro da casa e nem percebeu aonde estava indo e nem sequer lembrava o que estava indo fazer?

 

A mente divagante

 

Nossa mente vive como um macaquinho, pulando de galho em galho com cada nova distração ou estímulo externo (seja uma notificação do celular, um ruído vindo da rua ou um pensamento que atravessa nosso campo mental quando estamos no meio dos afazeres).

 

Essas mudanças constantes de foco são uma fonte significativa de estresse, infelicidade e exaustão. Nosso cérebro adquiriu o péssimo hábito de tentar focar em várias coisas ao mesmo tempo. Tentamos inutilmente ser multitarefa e acabamos experimentando desgaste e sofrimento. A falta de atenção ao momento presente é constante em nossas vidas e dificilmente estamos 100% atentos ao que estamos fazendo ou sentindo em um dado momento.

 

Origens do Mindfulness

 

Aí entra o Mindfulness - ou 'atenção plena', uma tradução do inglês para essa pequena palavra, capaz de mudar as nossas vidas. Tendo raízes nas práticas orientais de meditação (zen e Vipassana), o mindfulness começou a ser difundido com intensidade a partir da década de 80 no hemisfério ocidental, pelo biólogo americano Jon Kabat-Zinn. Com base em extensas pesquisas pela Universidade de Massachussetts, Kabat-Zinn criou um programa de Redução de Estresse com base em Mindfulness. O intuito era o tratamento de pacientes com remissão de quadros depressivos. E os resultados, positivos, são tão bons quando o uso de medicação.

 

Mas afinal, o que exatamente é mindfulness? Para simplificar, é o estado de consciência que surge quando focalizamos a atenção no que estamos vivenciando no aqui e agora. É um lugar dentro de nós mesmos a partir do qual enxergamos as coisas com mais clareza e simplicidade, de forma gentil e sem julgamentos.

 

E por que é tão importante estarmos presentes para o aqui e agora?

 

Somente quando estamos de corpo e alma no momento presente conseguimos nos conectar e prestar atenção ao que de fato se passa na nossa mente, com nossas emoções e com nosso corpo. O processo de autodesenvolvimento através do caminho do autoconhecimento se dá quando nos atentamos ao que pensamos e ao que sentimos.

 

Para transformar hábitos e comportamentos nocivos precisamos estar com a atenção no aqui e no agora para observar e ter consciência daquilo que está se passando. Quando isso acontece, nossa saúde mental melhora e nosso bem-estar se eleva.

 

Ansiedade, insônia, estresse e infelicidade só são trabalhados quando focamos nas nossas sensações, quando percebemos quais são as verdadeiras causas raízes dos problemas e conseguimos agir em cima delas.

 

É por isso que, os benefícios do mindfulness são incontáveis. Indiretamente, acabamos afetando todas as áreas da nossa vida. Afinal, sendo seres complexos e integrados, quando mexemos em uma engrenagem, todas as outras também são afetadas.

 

O mindfulness tem inúmeros benefícios diretos e indiretos:

- ajuda no controle das nossas emoções

- desenvolve a empatia e a paciência

- aumenta a produtividade e melhora o foco

- diminui sintomas de ansiedade, depressão, estresse, fibromialgia

- auxilia no processo de cura de traumas e feridas emocionais

- reduz insônia e distúrbios do sono

- melhora relacionamentos interpessoais, entre outros

 

A prática é simples e não necessita ficarmos sentados em posição de lótus para meditar. Pode-se praticar mindfulness no dia a dia e com atividades corriqueiras como caminhar ou escovar os dentes. E isso é o que torna o mindfulness tão simples mas tão poderoso!

 

 

Agora que você sabe o que é a atenção plena, que tal incorporá-la em sua vida? Se quiser saber mais sobre o programa de mindfulness ou quiser tirar dúvidas, meu instagram é @luciana.okazaki

 

Luciana Okazaki (Iskrépi; F-11) ex-moradora da República Cupido, é engenheira agrônoma vivendo seu propósito como Terapeuta Integrativa

 

PUBLIQUE NO BLOG!
PUBLICIDADE
APOIADORES