Blog Esalqueanos

Pastejo Racional Voisin - A hora é agora (Jeep; F84)

18/10/2023 - Por alberto nagib vasconcellos miguel
Atenção: Os textos e artigos reproduzidos nesta seção são de responsabilidade dos autores. O conteúdo publicado não reflete, necessariamente, a opinião da ADEALQ.

518 views 0 Gostei 0 Não gostei

Andre Vosin apresentou suas observações e pesquisas no final da década de 50 e início da década de 60. De lá para cá, muitos adotaram essa técnica de forma errônea, confundindo Racional com Rotacionado tanto aqui como ao redor do mundo. 

O Pastejo Rotacionado acabou queimando o PRV (Pastejo Racional Voisin). As razões foram simples: é caro, inflexível em sua forma e aplicação, prejudica o meio ambiente e tem as mesmas características de uma cultura anual, utilizando-se da mesma tecnologia. Que, por sinal, acabou trazendo as mesmas consequências ao produtor: dependência de produtos externos, altos investimentos, busca por soluções "definitivas" (a famosa bala de prata), desgaste de solos e pastagens em longo prazo e aumento dos riscos da atividade. EIs que hoje temos 100 milhões de hectares de pastagens degradas...Assim, os produtores de carne de ponta estão-se voltando, hoje, para o Pastejo Racional.

Em discussão recente com outros pesquisadores e profissionais da área de manejo de pastagens, posicionei-me no sentido de que PRV era de difícil execução em áreas de qualquer tamanho posto que não detínhamos a tecnologia necessária para sua correta implementação. Já não existe mais essa desculpa!

Para se conseguir manejar racionalmente, entre as décadas de 60 até os anos 2000, eram necessários pesados investimentos em cercas. Hoje, com o advento da cerca elétrica, podemos nos dar ao luxo de manejar nossos animais (Como Ferramentas) de acordo com as necessidades de nossas pastagens e solos, sem esquecer de otimizar o desempenho dos próprios animais.

Piquetes temporários, dispostos em formas e tamanhos de acordo com a época do ano e as necessidades do trinômio solo-plantas-animais, visando se aproximar de um Contexto Holístico previamente determinado (sem ele não existe uma tomada de decisão acertada), além do uso de equipamentos móveis tais como bebedouros, saleiros, balanças, currais, ordenhas ou o que mais se fizer necessário, fazem com que a pecuária moderna se espelhe no comportamento das relações solo-plantas-animais e se aproxime cada vez mais de sistemas de produção naturais, anteriores ao tempo em que o homem resolveu "manejar" os animais para seu próprio benefício.

O papel do gerente de pastagens passa, portanto, a ser prioritário na correta aplicação das ferramentas disponíveis dentro de Gerenciamento Holístico (Pastejo, Impacto Animal, Organismos Vivos), gerando ganhos econômicos, sociais e ambientais concomitantemente, e o PRV passa a ter papel preponderante na tomada de decisão dentro de uma propriedade agropecuária. E pecuária passa a ser um fator indispensável na produção agrícola, como forma de se buscar a sustentabilidade deste sistema de produção.

Agricultura e Pecuária passam a ser indissociáveis, se quisermos nos tornar sustentáveis e assegurar o futuro de novas gerações de produtores em nossas propriedades.

 

 

PUBLIQUE NO BLOG!