Blog Esalqueanos

Reflexões sobre a Criação da nova Unidade (DDD; F79)

30/07/2019 - Por alcyon genesio machado junior
778 views 11 Gostei 0 Não gostei
Sou engenheiro agrônomo formado na ESALQ em 1979 e atuo há 40 anos na área de Agronegócios. Minha opinião sobre a separação do Departamento de Economia, Administração e Sociologia (LES), com a respectiva criação da Escola de Economia, Administração e Sociologia no Campus de Piracicaba é de que as justificativas apresentadas em 2013 tem um contexto diferente considerando a realidade atual. Há hoje a urgente necessidade de investimentos na melhoria das condições dos cursos existentes na ESALQ, direcionados ao ensino nas áreas de Ciências Agrárias. Para isso, urge aperfeiçoar as grades curriculares para formar profissionais efetivamente melhor qualificados, competentes e atuantes tanto no ensino, como na pesquisa ou na extensão. Neste momento, é de mais fundamental importância trabalhar a inovação e a agregação de novas tecnologias com o aporte de maiores investimentos do setor público e privado para a ESALQ. Isso proporcionará o desenvolvimento de novas oportunidades de estágios, cursos de graduação, pós-graduação e pesquisas úteis, objetivando facilitar o acesso ao mercado de trabalho. É extremamente importante manter as unidades juntas, visando muito mais a consolidação do que a desagregação. É inegável a importância do CEPEA, da FEALQ, do PECEGE, como entidades de excelência, altamente úteis à sociedade e geradoras de recursos fundamentais para as atividades da ESALQ como um todo, o que representa mais um motivo crucial para não ocorrer essa cisão. É reconhecidamente inestimável a contribuição que sempre tiveram as disciplinas do "LES" na formação acadêmica dos engenheiros agrônomos. Reitero também os depoimentos do Prof. Dr. Roberto Lima e do Prof. Dr. Ruy Caldas, bem como as pertinentes considerações e argumentos de mais de 600 colegas, pesquisadores, extensionistas, entre outros profissionais das mais diversas atividades ligadas às Ciências Agrárias. Portanto, considerando o contexto atual, as necessidades prementes para a visão de futuro e à luz de todos os aspectos apresentados, peço-lhe, caro Diretor e demais responsáveis pela decisão a ser tomada, que reavaliem com muito critério, coerência e bom senso, se realmente faz sentido a criação dessa nova unidade. Alcyon G.M. Junior (DDD; F79) é Gerente Comercial do Banco John Deere, Ex Morador da República Sobradão e ávido participantes de todos os encontros de Esalqueanos pelo Brasil!
PUBLICIDADE
APOIADORES